Olha que oportunidade bacana de conhecer o cenário do cinema em Guarulhos e ter contato com os produtores locais. Nos dias 25, 26 e 27 de maio, sexta, sábado e domingo às 19 horas, acontece a IV Mostra Guarulhense de Cinema no Sindicato dos Bancários de Guarulhos, evento promovido pelo o Cineclube Incinerante. Esta edição conta com a exibição de 25 filmes de curta e média-metragem. Após as sessões, haverá debates com os diretores. A entrada é gratuita.

A IV Mostra Guarulhense de Cinema reuniu o maior número de filmes até então. Um dos destaques desse ano é a grande variedade de gêneros cinematográficos. Há dramas, documentários, terror, comédia, animação, filme-ensaio, entre outros. No ano passado, a 3ª edição contou com a exibição de 20 obras.

Dentre os inscritos, é possível destacar filmes premiados em 2017. O curta-metragem “No Rolê”, dirigido por Wesley Gabriel e produzido pelo coletivo Kinoférico ganhou dois prêmios do GO Film Festival do ano passado, Melhor Direção Nacional e Melhor Edição Nacional.

Nesta edição da Mostra, a Companhia Buiero Aberto apresenta o documentário “Matuto Metropolitano”, de Janaína Reis e da Cia Bueiro Aberto, trabalho que recebeu a Menção Honrosa no Festival Comunicurtas da UEPB e a animação “Destino”, que circulou em diversos festivais no Brasil e no exterior e venceu na categoria de Melhor Filme no Festival do Minuto e no V Festival Brasileiro de Nanometragem. Em suas produções, a Cia Bueiro Aberto defende a proposta de troca e compartilhamento de experiências entre os pares para a elaboração de produções suburbanas, independentes e feitas de forma colaborativa, um verdadeiro manifesto sobre a arte construída no dia a dia.

O cineasta Rubens Mello, considerado o precursor na arte cinematográfica na cidade, também apresentará em uma das sessões o seu novo filme, “Marta Morta”, realizado em parceria com o grupo Polissemia. Para Mello, o cenário cinematográfico na cidade é promissor: “existe uma galera engajada e que está produzindo a todo vapor, sejam filmes, documentários ou videoclipes, os trabalhos exibidos têm cada vez mais qualidade, cada vez mais a nossa identidade”, comemora.

Para André Okuma, cineasta ligado aos curtas Pó-esia, Des Lugar e H_VTA, a ampliação de trabalhos exibidos na Mostra é um processo natural, que denota a força dos coletivos da cidade, que vêm se fortalecendo nos últimos anos e estabelecendo uma rotina intensa de produções: “A Mostra se constitui como uma postura de engajamento político, apartidário e cultural dos realizadores independentes da cidade, que resistem e mostram sua existência por meio de sua arte. A Mostra também é um espaço para que nós, cineastas da cidade, possamos questionar as pseudo políticas públicas da cidade”.

Confira abaixo a programação dos três dias da IV Mostra Guarulhense de Cinema:

25 de maio, sexta-feira:

Amor Bandido (2017)

  • Direção: Daniel Neves (Cia Bueiro Aberto)
  • Chão de Estrelas (2017)
  • Direção: Marcos Campos (Cia Bueiro Aberto)

Grupos de Família (2017)

  • Direção: Renato Santos e Michel Cavalcante (Polissemia)

Leys (2017)

  • Direção: Alex Nova

Pó-esia (2017)

  • Direção coletiva de: Ataliba Viñas, Belle Rodrigues, Esther Nascimento, Gabriel Parente, Gabriel Higa, Guilherme Falconeri, Guilherme Alves,Gustavo Mello, Henrique Ribeiro, Hubert de Souza, Janielson Lopes, Julia Fischer, Nayara Lelis, Pedro Moreira, Rafael dos Anjos, Roberto Januário, Vinicius Nacimento e Andre Okuma.

Triângulo Escaleno (2018)

  • Direção Peterson Queiroz (ID Cine, Invencine e Cítrica Filmes)

Vídeo-Carta Para Alguém (2017)

  • Direção: Alice Vasconcelos, Diogo Dias, Franklin Jones, Juliana Flory, Flaviane Mariano, Letícia Passos e Lucas Campos

26 de maio, sábado

Des Lugar (2017)

  • Filme coletivo de Bruna Nakazato, Caio Chung Micca, Daniel Barbosa Alves, Diogenes de Araujo Dantas, Igor Rios, Marcel Areco Barque, Mariana Salvador, Mois[es Pantolfi, Natali Padovani, Patr[icia Caldeira e Rodrigo Ascendino

Marta Morta (2018)

  • Direção: Rubens Mello (Polissemia e Catarse Coletiva)

Mas Ele Nunca me Bateu (2017)

  • Direção: Janaína Reis (Cia Bueiro Aberto)

Na Marca do Pênalti (2017)

  • Direção: Daniel Neves e Renato Queiroz (Cia Bueiro Aberto)

Natália (2018)

  • Direção: Daniel Reis

No Rolê (2017)

  • Direção: Wesley Gabriel

O Público Escolar (2017)

  • Direção: Gabriely Pereira e Sibely Gama

O Silêncio da Classe Artística (2017)

  • Direção: Leonardo H. e Larissa Vasconcellos

Pinos Mágicos Atacam – Parte IV (2018)

  • Criação e direção: Moisés Pantolfi

27 de maio, domingo

Alakazam

  • Direção: Fábio santos (Coletivo Kinoférico)

Cinco Cálices

Direção Rubens Mello (Catarse Coletiva)

Destino

  • Direção e criação: Moisés Pantolfi

H_vta

  • Direção: Alice Tarcitano, Ana Carolina Vital, Amanda Harumi, Anne Caroline Cavalcante, Daniel Herrera, Diogo Cardoso, Lilian Santana, Mikhael Barriani, Marcelo Maleka, Monique Nogueira e Rodrigo Barreto

Matuto Metropolitano

  • Direção: Janaína Reis (Cia Bueiro Aberto)

Mestre Peixe: Arte e Resistência

  • Direção: Renato Queiroz (Coletivo Leon Hirszman)

O Silêncio da Noite

  • Direção: Vinicius Nascimento (Estúdio Marítimo)

O Que Tem Lá Fora? (2017)

  • Orientação: Rodrigo Pignatari

Patagônia Run

  • Direção: Marcelo Guanaes (MX Imagem e Movimento)

Serviço:

IV Mostra Guarulhense de Cinema

  • Datas: 25, 26 e 27 de maio
  • Horário: 19 horas
  • Local: Sindicato dos Bancários de Guarulhos
  • Rua: Paulo Lenk, 128 – Centro – Guarulhos/SP
  • Entrada gratuita

Deixe um comentário