No próximo sábado, dia 23 de fevereiro, às 18h, o Cineclube Incinerante realizará uma sessão com dois filmes no Ateliê do Coletivo 308. Nesse espaço cultural, situado na Rua Paschoalina Magliorini, 121, no bairro da Ponte Grande, serão exibidos o longa-metragem Histórias que Nosso Cinema (Não) Contava e o curta-metragem guarulhense Arte de Bueiro – A Quebrada Respira Cultura.

O primeiro é o longa de estreia da diretora Fernanda Pessoa. O filme propõe uma releitura sobre a Pornochanchada, o gênero mais popular do cinema brasileiro nos anos 70 e o de maior bilheteria e sucesso de público na história do cinema nacional. Por meio da montagem com fragmentos de 22 filmes da época, Histórias que Nosso Cinema (Não) Contava propõe uma releitura sobre filme considerados menores dentro da cinematografia nacional.

O curta-metragem, por sua vez, também propõe um olhar diferente sobre a cultura popular. Produzido pela Companhia Bueiro Aberto e o Grupo Leon Hirszman e dirigido por Renato Queiroz, o filme mostra artistas e eventos culturais da periferia, com destaque para o Sarau Multiverso e o artista plástico Darivan Magalhães, que percorreu diversas cidades do País decalcando bueiros, transportando esse objeto comum nas cidades para as telas e os tornando objetos de arte.

Após a exibição dos filmes haverá um debate entre os participantes e o diretor do curta-metragem. A entrada para essa atividade é gratuita.

Para mais informações, acesse o link do evento no Facebook: https://www.facebook.com/events/2344459109106758/

Serviço:

Evento: Cineclube Incinerante apresenta “Histórias que Nosso Cinema (Não) Contava” e “Arte de Bueiro – A Quebrada Respira Cultura”

Data: sábado, 23 de fevereiro

Horário: 18h

Local: Coletivo 308 – Rua Paschoalina Magliorini, 121, Ponte Grande – Guarulhos

Entrada gratuita

Classificação: 16 anos