Nascido no Congo, Israel Kasongo Lavi, de 25 anos, legítimo africano de Kinshasa, mostra seu trabalho em artes plásticas com a exposição “As cores da África”, na Galeria INK, no período de 16 de fevereiro a 03 de março. O espaço fica na cobertura da Galeria do Rock, próximo à estação São Bento do Metrô.

Artista faz primeira exposição com obras únicas na Galeria Ink Foto: Divulgação

Refugiado político, Lavi fugiu do Congo e encontrou no Brasil um lugar para recomeçar sua vida em segurança e mostrar sua arte. Telas coloridas em cores fortes e definidas, misturam estilos, retratando pessoas e rostos em cenários que lembram a África e seus habitantes.

Obras demonstram realidade e costumes do povo africano Foto: Divulgação

Lavi também trabalha em uma agência de publicidade de São Paulo, por meio do projeto.  Estou Refugiado, onde trabalha como assistente de arte. O maior sonho do artista é expor suas obras de arte no mundo todo.

Retratos misturam cores fortes com as impressões do autor Foto: Divulgação

Serviço – Exposição “As cores da África”

  • Galeria Ink – Rua 24 de maio, 62- 5º andar- Centro- cobertura da Galeria do Rock
  • Empresa coordenadora – Tattoo Week
  • Funcionamento – de segunda a sábado das 10h00 às 19h30
  • Exposição As cores da África –GRÁTIS- 16 de fevereiro a 03 de março de 2018
  • Serviços adicionais – estúdio de tatuagem e piercing, barbearia, bar, jardim e loja de roupas do segmento tattoo
  • Texto enviado por Matsuda Press
  • Fotos – Capa: Rafael Yamamoto
  • Demais fotos: Divulgação

Deixe um comentário